Nos Curta no Facebook

Fecha em 30 Segundos...!!!Fechar Agora X

1º Lugar nas Buscas Orgânicas - Confira Clientes Satisfeitos

Desapareceram Mais de 150 Militares de Alto Escalão que Assinaram Manifestos em Março 2012

( após a punição as assinaturas chegaram a 386 ).

Foram punidos por DILMA e CELSO AMORIM ilegalmente, pois nossa Constituição permite AOS RESERVISTAS o direito de opinar e se manifestar. 1 dos manifestantes eu tinha TELEFONE e endereço. DESAPARECERAM: não há mais uma palavra na mídia e não tenho resposta por carta ou telefone.

LISTA COMPLETA E FONTES ABAIXO

Fio de aço (tipo corda de violão) amarrado no pé e no ESCROTO dá a falsa sensação de liberdade, você encontra seu amigo na praça, ele caminha e conversa, mas se correr, ou descer da praça para a rua, morre em minutos de hemorragia.

Os militares estão isolados, suas famílias sob ameaça (é claro que parte foi cooptada), mas uma maioria suficiente para AGITAR nosso país está de alguma forma com OS PÉS AMARRADOS AO ESCROTO COM FIOS DE AÇO (costume comunista para caça de inimigos).

Tenho notado nos clubes militares, a ausência de críticas e até mesmo postagens com tendências comunistas. No Facebook, ví muito no SINDICATO dos militares, ANMB, postagens COMUNISTAS (desapareceram após as manifestações).

Há no FACEBOOK muitos perfis e Grupos falsos PRÓ INTERVENSÃO MILITAR, apenas para controlar (saber) pessoas como eu que defendem o FIM DA CORRUPÇÃO E COMUNISMO. Creio participar de muitos falsos grupos e ter muitos "amigos" ARAPONGAS.

Quando recebi a postagem, abaixo, da Juçara de Santis [ que após esta postagem praticamente desapareceu ] tive muitos problemas ao questionar Marcelo Machado Anmb, presidente do "Sindicato" dos Militares Comunistas.

Recebi a postagem no início de agosto/2013 e a o tentar compartilhar aparecia como "denunciada por abuso". Tive (coincidencia?) meu computador invadido (meus HDs de Backup estavam desligados na tomada), mas parte de meu conteúdo já estava em servidor americano e 2 Backups em servidores Holandeses e Dinamarqueses (onde não tenho acesso - favor de amiga que vive na Europa).

Eu já vinha questionando a Anmb [ grupo secreto que alguém me adicionou ] por postagens típicas de SINDICALISTAS do PT.

A postagem abaixo revoltou muita gente ( o print foi feito logo após a postagem ) que lotou de comentários contra.

"Nossa Arma não é o Fuzil, mas Sim o Título Eleitoral !" Assinado pelo SINDICALISTA Marcelo Machado Anmb no auge das revoltas nas ruas em 2013... Seria inocente para acreditar no governo e suas urnas?

Eu vinha recebendo ameaças de processo por Marcelo Machado. Tenho recebido ameaças por telefone...

No telefone é mais grave, dá a impressão de estarem em meu prédio, ou na caixa telefônica: Pego o fone para fazer uma ligação e já há alguém na linha...

O modo mais seguro de sindicalistas matarem é ser atingido por um caminhão que perde o freio e lhe atinge na calçada. O motorista não foge, foi um acidente! Se for nos EUA tem uma pena máxima de 8 anos e no Brasil nenhuma. O valor pago ao motorista é muito bom e as investigações se encerram (isto para matar pessoas importantes o que não é meu caso).

O grupo secreto ANMB tinha muitos membros comunistas, japoneses comunistas, um sofá de pobre e outros comunistas, então chutei o balde: Querem me processar? Matar? Que o façam!

FAÇA CONTATO COM AMIGOS REAIS PARA SABER COMO E ONDE ESTÃO OS MILITARES DOS MANIFESTOS ABAIXO, SE SUAS FAMÍLIAS ESTÃO SEGURAS.

NÃO POSSO PESSOALMENTE ME DESLOCAR, SOFRI ACIDENTE CHAMADO "EFEITO CHICOTE" E PARA FAZER 2 OU 3 POSTAGENS POR SEMANA SÓ COM ANESTÉSICO DORMONID. QUERO AJUDA PARA REÚNIR ESTES MILITARES EM UMA ÚNICA VILA MILITAR COM SEGURANÇA EXTRA.

Hoje, 16/05/2014, encontrei a COMUNO/PETISTA ANBM, sindicalistas militares tentando refundar a ARENA, o partido dos militares. Tem foto do Marcelo Machado, presidente, no site www.partidonovaarena.org - Isto é golpe gramscista!

Em 2002 eu e Alexandre Soares demoramos dias para encontrar um eleitor de Lula e já suspeitavámos das Urnas.

A Anmb, JAPONESES, gente que se dizia do PSDB, faziam ataques cerrados contra minhas postagens de urnas de falsificar votos.

1- 01/03/2012

  às 6:10 Por Reinaldo Azevedo

Dilma e Amorim mandam punir 150 militares da reserva. Seria um belo exemplo de “amor à disciplina” se punição não fosse ilegal. Militares devem cumprir a lei; a presidente e o ministro também! Ou: Uma péssima antecipação da “Comissão da Verdade”

A presidente Dilma Rousseff e o ministro da Defesa, Celso Amorim, determinaram que os comandantes das Três Forças Armadas — Exército, Marinha e Aeronáutica — punam os até agora 150 militares da reserva que assinaram um documento que reafirma os termos de um manifesto redigido no dia 16 do mês passado pelos três clubes militares. Estaria tudo no seu devido lugar SE A PUNIÇÃO NÃO FOSSE ILEGAL. MAS É. Na democracia, que é o regime em que vivemos, presidentes da República e ministros também estão obrigados a seguir a lei. Já chego lá. Antes, uma contextualização.

Naquele primeiro texto, os reservistas criticavam opiniões expressas pelas ministras Maria do Rosário (Direitos Humanos) e Eleonora Menicucci (Mulheres) e cobraram coerência de Dilma, lembrando um discurso seu no dia em que foi eleita. Mas o que haviam dito aquelas notáveis patriotas? Contrariando decisão do STF, que reiterou a validade da Lei da Anistia, Rosário havia afirmado que a Comissão da Verdade pode criar condições para que algumas pessoas sejam processadas criminalmente. Não pode! É mentira! No discurso de posse, Eleonora fez críticas ao regime militar e referiu-se a seu próprio passado comunista como período de luta pela democracia. Mentira! Ela lutava por uma ditadura comunista. Como revelou este blog, isso nem é o pior que ela já fez.

O que diz a lei
O texto dos clubes, que foi retirado do ar por pressão de Dilma e Amorim, critica as duas ministras e lembra que a presidente prometeu governar para todos os brasileiros. Tivesse o desabafo ficado lá onde estava, não haveria conseqüências. O Planalto decidiu, no entanto, intervir com mão pesada, o que gerou o novo protesto. Agora, a presidente e seu ministro da Defesa querem a punição dos 150 signatários (por enquanto) — até anteontem à noite, havia 13 generais entre eles. Alguns dirão: “Como é firme esta Dilma! Muito bem!” E também hão de elogiar Celso Amorim, a quem apelidei, quando ainda estava no Itamaraty, de “megalonanico”, dada a sua mania de grandeza sem lastro, como fica evidente mais uma vez.

Vamos ver. Clubes militares são entidades de caráter associativo e se manifestam sobre temas políticos e institucionais desde que existem. Conviveram sem maiores conflitos com todos os presidentes civis desde a redemocratização: José Sarney, Fernando Collor, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva. Não têm armas. “Militares da reserva também estão submetidos à hierarquia e não podem incitar a indisciplina”. É verdade! Mas nem a primeira nem a segunda notas avançam nesse terreno. E há, de resto, uma questão essencial. A Lei nº 7524, de 17 de julho de 1986, faculta aos militares da reserva a manifestação sobre temas políticos, a saber:

Lei nº 7.524, de 17 de julho de 1986
Dispõe sobre a manifestação, por militar inativo, de pensamento e opinião políticos ou filosóficos.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA,
faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:
Art 1º Respeitados os limites estabelecidos na lei civil, é facultado ao militar inativo, independentemente das disposições constantes dos Regulamentos Disciplinares das Forças Armadas, opinar livremente sobre assunto político e externar pensamento e conceito ideológico, filosófico ou relativo à matéria pertinente ao interesse público.
Parágrafo único. A faculdade assegurada neste artigo não se aplica aos assuntos de natureza militar de caráter sigiloso e independe de filiação político-partidária.
Art 2º O disposto nesta lei aplica-se ao militar agregado a que se refere a alínea b do § 1º do art. 150 da Constituição Federal.
Art 3º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.
Art 4º Revogam-se as disposições em contrário.

Brasília, 17 de julho de 1986; 165º da Independência e 98º da República.
JOSÉ SARNEY
Henrique Saboia
Leônidas Pires Gonçalves
Octávio Júlio Moreira Lima

Voltei
Essa lei não foi revogada. Está ainda em vigor. Tanto no primeiro como no segundo documentos, militares da reserva nada mais fizeram do que“independentemente das disposições constantes dos Regulamentos Disciplinares das Forças Armadas, opinar livremente sobre assunto político e externar pensamento e conceito ideológico, filosófico ou relativo à matéria pertinente ao interesse público.”

Se houver a punição, não restará aos clubes militares e aos atingidos outra saída que não recorrer à lei. Se preciso, que se chegue ao Supremo, que é onde se devem resolver questões que dizem respeito à liberdade de expressão e direitos fundamentais.

Algo parecido, se querem saber, jamais aconteceria no governo Lula, um experimentado sindicalista, que sabe que não se deve esticar muito a corda em determinados casos. Lula tinha a auxiliá-lo Nelson Jobim, que tinha bom trânsito entre os militares e não era dado a aos rompantes de megalonaniquice (até porque seria fisicamente impossível…) de Celso Amorim. A dupla, na verdade, deve estar pouco se lixando para o que de fato acontece. Trata-se apenas de um teste de autoridade. Ocorre que essa autoridade não poderá ser exercida contra a lei. Qual é a o pretexto para punir os militares? Sob que argumento? O que eles fizeram que não esteja plenamente abrigado pela lei 7.524/86?

Comissão da Verdade
Estamos diante de um péssimo sinal. Vem por aí a tal “Comissão da Verdade” — como se a “verdade” pudesse nascer no aparelho do estado! Tenham paciência! Temo que na tal comissão Eleonora Menicucci passe como uma fiel repórter da história ao afirmar que o seu POC (Partido Operário Comunista), quando praticava assaltos para financiar a revolução, lutava por democracia… De fato, essa sanha persecutória corresponde a uma espécie de ensaio do que vem pela frente. É um sinal de que a Comissão da Verdade poderá mentir à vontade.

A petralhada pode enfiar a viola no saco e ir cantar lá no território do JEG (Jornalismo da Esgotosfera Governista). Este texto não incentiva indisciplina. Ao contrário: este texto incentiva o respeito às leis, inclusive à 7.524/86.

E a Lei 7.524/86 faculta aos reservistas manifestar-se sobre o que lhes der na telha, desde que não incitem a violência e o rompimento da ordem legal, exigência que está em outros códigos. Isso vale para todo mundo, não é? Inclusive para Dilma e Amorim.

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/dilma-e-amorim-mandam-punir-150-militares-da-reserva-seria-um-belo-exemplo-de-%E2%80%9Camor-a-disciplina%E2%80%9D-se-punicao-nao-fosse-ilegal-militares-devem-cumprir-a-lei-a-presidente-e-o-ministro/

2- 29/02/2012

  às 4:11

Íntegra de novo manifesto de militares da reserva

“ELES QUE VENHAM. POR AQUI NÃO PASSARÃO!”
 
Este é um alerta à Nação brasileira, assinado por homens cuja existência foi marcada por servir à Pátria, tendo como guia o seu juramento de por ela, se preciso for, dar a própria vida. São homens que representam o Exército das gerações passadas e são os responsáveis pelos fundamentos em que se alicerça o Exército do presente.
 
Em uníssono, reafirmamos a validade do conteúdo do Manifesto publicado no site do Clube Militar, a partir do dia 16 de fevereiro próximo passado, e dele retirado, segundo o publicado em jornais de circulação nacional, por ordem do Ministro da Defesa, a quem não reconhecemos qualquer tipo de autoridade ou legitimidade para fazê-lo.

O Clube Militar é uma associação civil, não subordinada a quem quer que seja, a não ser a sua Diretoria, eleita por seu quadro social, tendo mais de cento e vinte anos de gloriosa existência. Anos de luta, determinação, conquistas, vitórias e de participação efetiva em casos relevantes da História Pátria.
 
A fundação do Clube, em si, constituiu-se em importante fato histórico, produzindo marcas sensíveis no contexto nacional, ação empreendida por homens determinados, gerada entre os episódios sócio-políticos e militares que marcaram o final do século XIX. Ao longo do tempo, foi partícipe de ocorrências importantes como a Abolição da Escravatura, a Proclamação da República, a questão do petróleo e a Contra-revolução de 1964, apenas para citar alguns.
 
O Clube Militar não se intimida e continuará atento e vigilante, propugnando comportamento ético para nossos homens públicos, envolvidos em chocantes escândalos em série, defendendo a dignidade dos militares, hoje ferida e constrangida com salários aviltados e cortes orçamentários, estes últimos impedindo que tenhamos Forças Armadas (FFAA) a altura da necessária Segurança Externa e do perfil político-estratégico que o País já ostenta. FFAA que se mostram, em recente pesquisa, como Instituição da mais alta confiabilidade do Povo brasileiro (pesquisa da Escola de Direito da FGV-SP).
 
O Clube Militar, sem sombra de dúvida, incorpora nossos valores, nossos ideais, e tem como um de seus objetivos defender, sempre, os interesses maiores da Pátria.
 
Assim, esta foi a finalidade precípua do manifesto supracitado que reconhece na aprovação da “Comissão da Verdade” ato inconseqüente de revanchismo explícito e de afronta à lei da Anistia com o beneplácito, inaceitável, do atual governo. 
 
Assinam, abaixo, os Oficiais Generais por ordem de antiguidade e os Oficiais superiores por ordem de adesão.
OFICIAIS GENERAIS
 
Gen Gilberto Barbosa de Figueiredo
Gen  Amaury Sá Freire de Lima
Gen Cássio Cunha 
Gen Ulisses Lisboa Perazzo Lannes
Gen Marco Antonio Tilscher Saraiva
Gen Aricildes de Moraes Motta
Gen Tirteu Frota  
Gen César Augusto Nicodemus de Souza
Gen Marco Antonio Felício da Silva
Gen Bda Newton Mousinho de Albuquerque
Gen Paulo César Lima de Siqueira
Gen Manoel Theóphilo Gaspar de Oliveira
Gen Elieser Girão Monteiro
 
OFICIAIS SUPERIORES
T Cel Carlos de Souza Scheliga
Cel Carlos Alberto Brilhante Ustra
Cel Ronaldo Pêcego de Morais Coutinho
Capitão-de-Mar-e-Guerra Joannis Cristino Roidis
Cel Seixas Marques
Cel Pedro Moezia de Lima
Cel Cláudio Miguez
Cel Yvo Salvany
Cel Ernesto Caruso
Cel Juvêncio Saldanha Lemos
Cel Paulo Ricardo Paiva
Cel Raul Borges
Cel Rubens Del Nero
Cel Ronaldo Pimenta Carvalho
Cel Jarbas Guimarães Pontes
Cel Miguel Netto Armando
Cel Florimar Ferreira Coutinho
Cel Av Julio Cesar de Oliveira Medeiros
Cel.Av.Luís Mauro Ferreira Gomes
Cel Carlos Rodolfo Bopp
Cel Nilton Correa Lampert
Cel Horacio de Godoy
Cel Manuel Joaquim de Araujo Goes
Cel Luiz Veríssimo de Castro
Cel  Sergio Marinho de Carvalho
Cel Antenor dos Santos Oliveira
Cel Josã de Mattos Medeiros
Cel Mario Monteiro Campos
Cel Armando Binari Wyatt
Cel Antonio Osvaldo Silvano
Cel Alédio P. Fernandes
Cel Francisco Zacarias  
Cel Paulo Baciuk
Cel Julio da Cunha Fournier   
Cel Arnaldo N. Fleury Curado
Cel Walter de Campos
Cel Silvério Mendes
Cel Luiz Carvalho Silva
Cel Reynaldo De Biasi Silva Rocha
Cel Wadir Abbês
Cel Flavio Bisch Fabres
Cel Flavio Acauan Souto
Cel Luiz Carlos Fortes Bustamante Sá
Cel Plotino Ladeira da Matta
Cel Jacob Cesar Ribas Filho  
Cel Murilo Silva de Souza
Cel Gilson Fernandes
Cel José Leopoldino
Cel Evani Lima e Silva  
Cel Antonio Medina Filho
Cel José Eymard Bonfim Borges
Cel Dirceu Wolmann Junior
Cel Sérgio Lobo Rodrigues
Cel Jones Amaral
Cel Moacyr Mansur de Carvalho
Cel Waine Canto 
Cel Moacyr Guimarães de Oliveira
Cel Flavio Andre Teixeira
Cel Nelson Henrique Bonança de Almeida
Cel Roberto Fonseca
Cel Jose  Antonio  Barbosa
Cel Cav Ref Jomar Mendonça 
Cel Nilo Cardoso Daltro
Cel Carlos Sergio Maia Mondaini
Cel Nilo Cardoso Daltro
Cel Vicente Deo
Cel Av Milton Mauro Mallet Aleixo
Cel José Roberto Marques Frazão
Cel Luiz Solano
Cel  Flavio Andre Teixeira
Cel  Jorge Luiz Kormann
Cel Aluísio Madruga de Moura e Souza
Cel Aer Edno Marcolino
Cel Paulo Cesar Romero Castelo Branco
Cel CARLOS LEGER SHERMAN PALMER
Capitão-de-Mar-e-Guerra Cesar Augusto Santos Azevedo
TCel Osmar José de Barros Ribeiro
T Cel Mayrseu Cople Bahia
TCel  José Cláudio de Carvalho Vargas
TCel Aer Jorge Ruiz Gomes.
TCel Aer Paulo Cezar Dockorn
Cap de Fragata Rafael Lopes Matos
Maj Paulo Roberto Dias da Cunha
 
OFICIAIS SUBALTERNOS
2º Ten José Vargas Jiménez 

Por Reinaldo Azevedo

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/documentos/integra-de-novo-manifesto-de-militares-da-reserva/

3- Militares reagem à punição de Dilma e clima piora

03 de março de 2012 | 10h 57
TÂNIA MONTEIRO - Agência Estado

A decisão da presidente Dilma Rousseff de punir militares da reserva que criticaram ministras do governo por serem favoráveis à revogação da Lei da Anistia piorou o clima na caserna e aumentou o número de adesões ao manifesto Alerta à Nação - eles que venham, por aqui não passarão. Dilma tomou a decisão de puni-los depois que os militares a criticaram publicamente por não censurar as ministras Maria do Rosário (Direitos Humanos) e Eleonora Menicucci (Secretaria de Políticas para as Mulheres).

Inicialmente, o manifesto tinha 98 assinaturas. Na manhã da quinta-feira, após terem tomando conhecimento da decisão de puni-los, o número subiu para 235 e no início da tarde de hoje chegou a 386 adesões, entre eles 42 oficiais-generais, sendo dois deles ex-ministros do Superior Tribunal Militar.

A presidente já havia se irritado com o manifesto dos Clubes Militares, lançado às vésperas do carnaval, e depois retirado do site, e ficou mais irritada ainda com esse novo documento, no qual eles reiteram as críticas e ainda dizem não reconhecer a autoridade do ministro da Defesa, Celso Amorim, de intervir no Clube Militar.

A presença de ex-ministros do STM adiciona um ingrediente político à lista, não só pelo posto que ocuparam, mas também porque, como ex-integrantes da Corte Militar, eles têm pleno conhecimento de como seus pares julgam neste caso.

O Ministério da Defesa e os comandos militares ainda estão discutindo com que base legal os militares podem ser punidos. Várias reuniões foram convocadas nos últimos dias para discutir o assunto. Mas há divergências de como aplicar as punições.

Pontos de vista

A Defesa entende que houve "ofensa à autoridade da cadeia de comando", incluindo aí a presidente Dilma e o ministro. Para Amorim, os militares não estão emitindo opiniões na nota, mas sim atacando e criticando seus superiores hierárquicos, em um claro desrespeito ao Estatuto do Militar.

Só que, nos comandos, há diferentes pontos de vista sobre a Lei 7.524, de 17 de julho de 1986, assinada pelo ex-presidente José Sarney, que diz que os militares da reserva podem se manifestar politicamente e não estão sujeitos a reprimendas.

No artigo 1.º da lei está escrito que "respeitados os limites estabelecidos na lei civil, é facultado ao militar inativo, independentemente das disposições constantes dos Regulamentos Disciplinares das Forças Armadas, opinar livremente sobre assunto político, e externar pensamento e conceito ideológico, filosófico ou relativo à matéria pertinente ao interesse público".

Essa zona cinzenta entre as leis, de acordo com militares, poderá levar os comandantes a serem processados por danos morais e abuso de autoridade, quando aplicarem a punição de repreensão, determinada por Dilma. Nos comandos, há a preocupação, ainda, com o fato de que a lista de adeptos do manifesto só cresce, o que faria com que esse tema virasse uma bola da neve.

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,militares-reagem-a-punicao-de-dilma-e-clima-piora,843567,0.htm

4- terça-feira, 18 de dezembro de 2012

A coragem em forma de denúncia.


ANAC ou "ANARQUE"
Meus amigos, incentivado pelo discurso que ouvi hoje  desse senador acerca da Anac, mandei esse e-mail. Pode não resultar em nada, mas se resultar vou querer as histórias dos senhores para contar. abc. pico

EXMO  SR  Senador,

Tenho acompanhado seus pronunciamentos da tribuna e quando em caráter particular também e embora eu seja um homem de direita, pois sou major aviador da reserva da FAB, tendo servido inclusive no antigo DAC, cmte da aviação civil por mais de  duas décadas e ainda voando na aviação executiva, alem de empresário, mas em muito concordo com V.EXCIA e noto sempre uma extrema coerência nas suas palavras a gritar para essa nação que está na contramão do progresso e por isso ouso me dirigir a V.EXCIA.

 

Provavelmente devido a sedimentada agenda de V.EXCIA , não seja possível nem a leitura deste e-mail e nem qualquer resposta, mas no tocante a ANAC , basta V.EXCIA chamar as falas qualquer tripulante , ou qualquer pessoa ligada á aviação civil, ou ainda os sindicatos das categorias para constatar o descalabro da nossa aviação civil que está em crise e com grande risco à sua segurança. Aviação civil hoje é administração de crise e o governo muito ajudaria se ele atrapalhasse menos, já que não faz absolutamente nada das suas responsabilidades.  Começa com os gestores  que são despreparados, ou corruptos ( pegaram agora a ponta do iceberg ) ou então espertos para não se envolverem.

 

Existe uma infinidade de cmtes sem habilitação voando, pois não podem perder o emprego e não conseguem realizar suas provas teóricas e práticas de verificação de proeficiência e que são anuais. Voam com códigos de outros, ou a revelia. Eu mesmo estou desde abril com meu processo em andamento, com toda documentação apresentada e as régias taxas pagas e só agora em 22/11 consegui finalmente realizar meu vôo de verificação prática e até hoje estou voando sem a revalidação das habilitações, pois o setor  INCOMPETENTE  da ANARQUE ainda não se dignou a cumprir sua responsabilidade e nem ao menos responder os inúmeros e-mails que passei...

 

Na área das oficinas e suas homologações a situação é ainda pior, pois são fiscalizadas por pessoal que nem mecânicos são, muito menos engenheiros  , ou possuem práticas de manutenção.

 

O que se pode esperar de um secretário com status de ministro que nunca atuou na área e que é essencialmente técnica? O que se pode esperar de uma agência que desdenhosamente é chamada pelos usuários de  ANARQUE.

 

Exmo sr Senador, se V. Excia puxar o fio desse novelo terá que acabar em CPI.  É  uma vergonha sem precedentes.

O que se pode esperar de um empresário criminoso ( Constantino o dono da GOL_) já desde seu pai, que acaba de comprar os direitos de gerenciar a PASSAREDO, por 20 milhões de dólares, comprou a WEBJET  para fechá-la e ainda assim declara em seus balanços consecutivos por mais de 5 anos prejuizo mas acaba de encomendar 60 jatos?

 

O que dizer da TAM  que agora é da LANCHILE? Entreviste anonimamente alguns cmtes da TAM e o senhor nunca mais vai querer voar. Por sorte ainda temos a AZULque agora se uniu à TRIP e vai resistir a esse oligopólio das duas grandes.

Excia eu e muitos outros teríamos inúmeras páginas para escrever, mas apenas afirmo estarmos a disposição de V.EXCIA, ou de algum de seus agentes  para soltarmos os verbos e denunciar tantas coisas que farão os réus do mensalão parecerem congregados marianos. 

O mensalão é pinto perto do escândalo que virá se alguém tiver coragem de falar. EU TENHO E NÃO TENHO NADA A PERDER. 

Atenciosamente, HUMBERTO ZENÓBIO PICOLINI - codigo anac 647214 ; cpf 748150918-20 ; rg 267463  ; residente na Al das Araucárias 1523 - cidade jardim  - Pirassununga - SP Cep 13 632 572.

http://aestrelabrasileira.blogspot.com.br/2012/12/a-coragem-em-forma-de-denuncia.html

 
Urnas Fraudulentas Continuam Decide TSE TSE DOMINADO
TSE Retira Comentario de Arnaldo Jabor do Site da CBN por Ordem de LULA TSE DOMINADO
Em 1964 grande parte dos militares tentou apoiar o golpe comunista LEIA
LEIA UM POUCO SOBRE DESINFORMAÇÃO GRAMSCISTA E DEIXE DE SER MASSA DE MANOBRA !!!

Desapareceram Mais de 150 Militares de Alto Escalão que Assinaram Manifestos em Março 2012

Desapareceram Mais de 150 Militares de Alto Escalão que Assinaram Manifestos em Março 2012 200

LEIA UM POUCO SOBRE DESINFORMAÇÃO GRAMSCISTA E DEIXE DE SER MASSA DE MANOBRA !!!

Atenção: Se este conteúdo for retirado do ar judicialmente, ou por hackers, tenho o mesmo conteúdo em outro domínio e servidor Brasileiro. Outros na Holanda e Dinamarca, onde a justiça raramente tira qualquer conteúdo. Não encontrando este conteúdo neste domínio, faça buscas pelos artigos e conteúdo presente neste site e encontrará no Baidu buscador chinês, ou no Google. Este conteúdo na Holanda e Dinamarca está pago por 5 anos e não tenho acesso (mesmo depois de morto continuará em outros endereços - faça buscas - pode demorar a ser indexado nos buscadores).

Conhecer a história de um homem que teve a vida destruída por ex-mulher que implantou falsas memórias nos filhos.

comente: blog@artisnobilis.com